Rosanne Mulholland é um sonho de professora

Rosanne Mulholland atribui tantos elogios às fantasias das crianças

A professora Helena Fernández, que cativou as crianças no início dos anos 90, na novela “Carrossel”, está prestes a voltar a lecionar. O “início das aulas” na Escola Mundial, o colégio fictício da novelinha, está marcado para o dia 21 de abril, quando deve estrear a versão brasileira do folhetim infantil no SBT. O papel da doce e sensível educadora ficou com a atriz Rosanne Mulholland, de 31 anos. De beleza delicada, gestos comedidos e de pouco falar (pelo menos durante a gravação que o VIVA DEZ acompanhou), ela já conquistou seus pequenos colegas de elenco. Para eles, Rosanne é a professorinha dos sonhos.
“A Rô é superdivertida. É como se fosse a professora Helena mesmo. É uma fofa. Aprendo bastante com ela sobre atuação”, diz Maísa Silva, de 9 anos, que viverá a sapeca Valéria na novelinha.
Larissa Manoela, de 11 anos, intérprete da esnobe Maria Joaquina, acredita que, assim como o elenco, o público cairá de amores por Helena. “Todos vão ficar derretidos. Todo mundo sonha com uma professora assim.”
Já Fernanda Concon, de 9, a Alicia, vai além. “Ela é gentil e calminha. Tem uma serenidade incrível para uma adulta da idade dela. Às vezes ela chama atenção e ajuda o diretor. Ela é como se fosse a mãe de todos nós.”

Jeito com crianças
Rosanne Mulholland atribui tantos elogios às fantasias das crianças. “Elas idealizam um pouco. E misturam ficção e realidade”, pondera a atriz, caracterizada como Professora Helena. Apesar disso, mesmo sem o figurino da mestra e muito antes de “Carrossel”, Rosanne já levava jeito com os pequenos.
Formada em psicologia, no último ano da faculdade ela escolheu fazer estágio com crianças em Brasília, onde nasceu e estudou. “Sempre gostei de crianças. Se tivesse aberto um consultório, teria sido para atendê-las”, diz.
Quando se mudou para o Rio de Janeiro, em 2004, para tentar a carreira artística, deu aulas de inglês para turma infantil durante um ano. “Como professora era boa atriz”, brinca, mas admite que a curta experiência serviu para compor a sua Professora Helena.
Por meninas e meninos sempre estarem em seu caminho, Rosanne não tem encontrado dificuldade para gravar com elas. “Elas são muito espontâneas. Talvez o mais difícil seja a organização em cena”, observa a atriz. Ela diz deixar para o diretor a tarefa de colocar ordem na sala de aula, embora os atores mirins digam que ela também chama a atenção deles durante as gravações.

Fã da novelinha
No início dos anos 90, Rosanne era criança e fã da versão original da atração. “Ficava esperando a musiquinha da novela começar”, conta. Ela lembra ainda de como era fã dos personagens e das tramas que prenderam a atenção da sua geração. “Eu me comovia com todas as histórias.”
Prestes a ver o carinho do elenco se multiplicar entre o público, Rosanne diz que ainda não parou para pensar nisso. “Receber carinho é bom, ainda mais de criança.”